Eleitos do PS na Assembleia Municipal aprovam moção sobre EB1/JI Bairro Novo (Seixal)


A moção aprovada na sessão de dia 5 de julho, exorta a CM Seixal a fazer o que lhe compete, nomeadamente garantindo condições para as crianças desta escola, através da requalificação e ampliação da escola, dotando-a de espaços e equipamentos para um ensino de qualidade.

Na apresentação, pelo eleito Nelson Filipe Patriarca, foi referido que este é um edificado com 50 anos e que tem atualmente 166 alunos no 1º ciclo e 21 alunos em Pré Escolar, um edificado que apresenta vários problemas, o mais urgente a ausência de refeitório, que faz com que as crianças tenham de circular a pé, todos os dias, até à escola da Quinta dos Franceses, expostas a sol, chuva, vento e a automóveis em circulação, situações que nunca deveriam acontecer.

O eleito referiu ainda que chegamos a este ponto em face do desinvestimento da gestão CDU na primeira década do século, que fez com que agora estejamos a tentar recuperar um atraso que não devia existir. Mais adiantou que já em 2006 (data da última Carta Educativa) se sabia que a população do Seixal ia crescer, a Quinta da Trindade (p.explo) estava a nascer e a Escola Conde Ferreira foi encerrada, por isso esta situação só acontece por mau planeamento da gestão CDU.

A própria Carta Educativa de 2006 aponta para o dobro de salas (8) de primeiro ciclo e 2 de Pré Escolar, apontando esta como uma escola de 1ºhorizonte, ou seja, que deveria ser intervencionada num curto espaço de tempo, apontando para um investimento de 1,7 milhões de euros. Passaram 12 anos e a CDU continua sem solução

A moção foi aprovada com a seguinte votação:

A FAVOR 18 votos:  PS (proponente), PSD, CDS, PAN e Presidente JF Fernão Ferro

CONTRA 16 votos:   CDU, Presidente Junta Freguesia de Amora, de Corroios e da União de Freguesias

ABSTENÇÃO 3 votos:  BE

Conheça o documento apresentado:

Eduardo Rodrigues, Marco Teles Fernandes, Elisabete Adrião e Nuno Miguel Moreira