Eleitos do PS na Assembleia Municipal aprovam moção sobre refeições escolares


A moção aprovada acaba com uma injustiça social, que fazia todas as crianças pagarem 2,12€ pelas refeições de Julho e parte de Setembro, quando no resto do ano pagam de acordo com os escalões ASE (entre 0€ e 1,46€). A proposta do PS mereceu o apoio de toda a oposição e do presidente da JF Fernão Ferro e o voto contra da CDU . 

O executivo Municipal terá agora a obrigação política de implementar em Julho e parte de Setembro os preços por escalões ASE aos alunos que frequentem as atividades letivas neste período, situação que estará já a acontecer, por informação obtida junto do Pelouro da Educação.

Assim, em vez de 2,12€ em Julho e parte de Setembro, as crianças no escalão A pagarão 0€ (cerca de 42€ de poupança por mês), as crianças no escalão B pagarão 0,73€ (cerca de 24€ de poupança por mês) e os restante escalões pagarão 1,46€ (cerca de 10€ de poupança por mês)

A situação anterior era injusta e já no anterior mandato a Vereadora Elisabete Adrião, em nome do PS, apresentou propostas neste sentido, propostas que a CDU não aceitou sequer levar a reunião de Câmara. Agora a situação foi de novo apresentada, mas perante a falta de agendamento, a CPC do PS Seixal entendeu que a proposta poderia ser levada a Assembleia Municipal.

Em sede de Assembleia Municipal a CDU tentou defender o seu indefensável voto contra esta proposta, mas o PS, PSD, CDS, BE, PAN e o Presidente da JF Fernão Ferro votaram a favor e a moção foi aprovada

Conheça o documento apresentado:

https://www.eduardorodrigues.pt/wordpress/wp-content/uploads/2018/07/Moção-Comparticipacao-de-refeições.pdf

 

Os eleitos do Partido Socialista,

Eduardo Rodrigues, Marco Teles Fernandes, Elisabete Adrião e Nuno Miguel Moreira