Sessão de Câmara sem participação dos Munícipes


Estavam inscritos 11 munícipes e nenhum compareceu à sessão, Vereadores do PS questionam Presidente se “houve algum buraco negro que os tenha feito desaparecer”, explicando que é estranho que tanta inscrição tenha resultado em não comparências.

Não havendo participação de munícipes avançou-se para a Tomada de Posição e para o Período de Antes da Ordem do Dia.

Neste momento os Vereadores colocaram as seguintes questões:

Elisabete Adrião/PS

Questionou sobre a EB1/JI Santa Marta do Pinhal, nomeadamente sobre o facto de não estar entregue a obra, haver várias obras por terminar e chamando a atenção para a falta de linha telefónica, há mais de um ano, que impossibilita haver internet e elevadores que necessitam de sinal telefónico para segurança dos utentes, um problema que a Vereadora considera grave

– Questionou sobre o facto de os Vereadores do PS não receberem regularmente a agenda de eventos, tendo por exemplo sido desconhecedores da recepção à comunidade educativa, o que é lamentável, mais ainda quando o tema da Educação tem sido um dos que mais tem sido levantados pelos eleitos do PS

Foi respondido que de facto as obras da escola de Santa Marta do Pinhal continuam por completar, mesmo com o funcionamento da escola há dois anos, foi explicado que foi accionada a garantia bancária do construtor para que possa haver os trabalhos finais no terreno e fechar a obra, resolvendo constrangimentos como este da internet e do telefone. Sobre a agenda a Vereadora Manuela Calado reafirmou que desconhecia porque não foi recepcionada a agenda, indicando que teria mais cuidado no futuro. O Presidente da CM Seixal, Joaquim Santos, reconheceu a sua falha, nomeadamente no despacho final da mesma que às vezes impossibilita que seja entregue no tempo e antecedência devida.

Marco Teles Fernandes/PS

Questionou a razão pela qual nenhum dos munícipes inscritos compareceu, perguntando se o Presidente tinha conhecimento de algum “buraco negro” onde fossem parar. Explicou que o que se está a passar é um desrespeito pela própria reunião, pois o que é a participação da população está a tornar-se uma extensão do atendimento prévio, fazendo com que não haja participação na reunião e que não hajam as habituais reclamações em ata

O Presidente Joaquim Santos respondeu que com este novo modelo os serviços conseguem dar uma resposta atempada aos assuntos e informar os munícipes e que isso faz com que se possam abster de aparecer na reunião, reafirmando que as pessoas são livres de o fazer

Francisco Morais/BE

– Questionou sobre a avaliação do protocolo de gestão das Piscinas de Amora feito com a A.Naval Amorense, que deveria ser entregue até final de 2018

– Questionou sobre o ponto de situação de avaliação do PDM, que está em vigor há 3 anos e que não tem ainda documento de revisão

Foi-lhe respondido que de facto a avaliação do protocolo de colaboração com a ANA devia ser feito até final deste ano, mas que com a ausência do Vereador José Carlos Gomes, não lhe poderia responder neste momento, mas vai informar-se e dar resposta. Sobre o PDM foi referido que está constituído um grupo de trabalho que apresentará um trabalho prévio até final do ano e que esse trabalho vai permitir a revisão do PDM durante o ano de 2019

Nuno Miguel Moreira/PS

– Questionou sobre uma situação perigosa no Alto do Moinho, junto à escola e à cooperativa de habitação, havendo um terminal pluvial do coletor a céu aberto, colocando em perigo quem por ali passa

– Questionou porque é que a CM Seixal continua a usar copos de plástico quando desde a passada 6ªfeira a lei mandata que tal não seja possível em organismos públicos

Sobre as questões foi informado do desconhecimento da primeira e que seria verificada de imediato e sobre a segunda o Presidente afirmou que não tinha informação dos serviços e que iria verificar pois tudo o que seja desplastificar e cumprir a lei é do interesse do Município

Depois seguiu a  sessão para o Período da Ordem do dia, sempre com um munícipe atento, o Sr.José Craveiro, de Fernão Ferro, que os eleitos do PS têm muito gosto que esteja presente.

Os eleitos do Partido Socialista,

Eduardo Rodrigues, Marco Teles Fernandes, Elisabete Adrião e Nuno Miguel Moreira